Quinta, 19 de Outubro de 2017
E-Mail Senha  
   
 » Você no Site Participe você também!! Aqui o espaço é todo seu!!
 » Esportes Fique por dentro do Mundo do Esporte!
 » Turismo Dream Valley Festival | Sua melhor opção para Novembro!!!
 » GastronoMix Cientistas dizem que morangos protegem o estômago do álcool
 » TOP 10 Veja os 10 mais do Anestezia.com!!
 » La Salle Toledo Dia da Árvore
 
   
 
 » Cadastre-se
 » Quem Somos
 » Portfólio
 » Contato
 » Webmail
 » Publicidade
 » Administração

 
   Por  Felipe Melo

 
     
     
 

05.10.2012

 
 

Dropbox faz parceria com o Facebook para compartilhar arquivos nos grupos

O Dropbox anunciou, nesta quarta-feira (26), uma parceria com o Facebook. A partir de agora, os usuários da rede social poderão realizar compartilhamento de arquivos hospedados no serviço da nuvem em seus grupos de amigos. A novidade permite que se envie notas, planilhas, documentos e imagens.

Dropbox anunciou parceria com o Facebook (Foto: Reprodução)Dropbox anunciou parceria com o Facebook (Foto: Reprodução)

Para fazer isso, basta clicar na opção “Add File” em uma página de grupo. Assim, todos poderão ver, curtir e comentar os arquivos compartilhados. Além disso, a cada edição feita por você nos documentos, todos serão notificados. Após escolher e linkar a sua conta do Facebook com o perfil do Dropbox, o usuário pode selecionar o que deseja compartilhar.

O conteúdo pode ser visualizado e enviado para os amigos tanto do PC como de dispositivos móveis, como smartphones e tablets. A companhia já disponibilizou uma página exclusiva para solução de problemas e com respostas das perguntas mais frequentes. A nova funcionalidade está sendo lançada nesta semana, porém, ainda não está disponível para todos os usuários.

Esta parceria entre Dropbox e Facebook é vista como uma opção de concorrência para o Google, unindo dois segmentos muito utilizados na Internet atualmente: armazenamento em nuvem e redes sociais. Afinal, a empresa norte-americana possui um sistema de armazenamento, o Google Drive, integrado ao Google+.




 
 

Apps Android executados por meio da loja da AMD, a AppZone, irão aproveitar a aceleração de gráficos da tecnologia da empresa

Uma nova parceria entre um especialista virtual em Android, a BlueStacks, e a fabricante de microchips AMD, fará com que muitos aplicativos da loja do Google Play fiquem disponíveis para usuários do Windows com hardware AMD, anunciou a empresa nesta quinta-feira (27).

Usuários que desejam executar aplicativos Android em seus PCs Windows com AMD - incluindo aqueles que utilizam o Windows 8 - serão capazes de usar o programa grátis Player App, da BlueStacks, para isso. A loja da AMD, AppZone, também pode ser usada com o sistema BlueStacks Cloud Connect, permitindo que os usuários sincronizem os apps Android de seus telefones ou tablets para um dispositivo AMD.

"Ao colaborar com a BlueStacks, estamos permitindo que os desenvolvedores de software explorem mais facilmente todas as capacidades de produtos da AMD, e proporcionando a milhões de consumidores grandes experiências, já que agora  eles podem executar aplicativos Android em dispositivos com processadores AMD ", disse Manju Hegde, vice- presidente corporativo de aplicações heterogêneas e soluções de desenvolvimento, em comunicado.

Apps Android executados por meio da AppZone irão aproveitar a aceleração de gráficos da tecnologia AMD - quer sob a forma de uma placa gráfica onboard ou das unidades integradas de processamento acelerado da empresa. 




 
 

WoW - Disponível em versões físicas e digitais, "Mists of Pandaria" é o quarto capítulo do game da Blizzard
A Blizzard lança nesta terça-feira, 25/9, a quarta expansão do seu game MMORPG “World of Warcraft”. Assim como as anteriores, “Mists of Pandaria” chega totalmente localizado para o português brasileiro.

O novo capítulo da famosa franquia já está disponível para jogadores do Brasil,  Chile, Argentina (apenas versão digital), EUA, Canadá, México, Nova Zelândia, Sudeste Asiático, e Europa (incluindo Rússia). Nos próximos dias, o game também chega a países asiáticos como China e Coreia do Sul.

A compra da expansão pode ser feita de forma física ou digital e tem preços a partir de 80 reais no Brasil – para expansão digital. A cópia física em DVD para Windows e Mac custa um pouco mais, 100 reais. 

Além disso, os mais aficionados podem desembolsar 350 reais para levar para casa uma Edição de Colecionador com diversos itens especiais, livro, DVD e Blu-Ray com bastidores do game, mouse pad, entre outros. E para os adeptos da versão digital (ou da economia), a Blizzard disponibiliza pela primeira vez uma versão digital de colecionador. Chamada de Digital Deluxe, essa versão digital custa 120 reais e traz todos os in-game especiais da Edição de Colecionador citada acima. 

As versões digitais podem ser compradas diretamente pelo site do game (www.worldofwarcraft.com), enquanto que os discos físicos estão disponíveis em diversas revendas autorizadas do país.

 
     
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Copyright Anestezia.com - Since 2002 - Melhor visualizado em 1024 x 768